Escola de Ballet

Escola de Ballet da Secretaria Municipal de Cultura de Ibiporã

Antes da criação da Escola de Ballet da Fundação Cultural de Ibiporã, construída em espaço anexo ao Cine Teatro Padre José Zanelli, em 1988, as primeiras aulas de dança em Ibiporã aconteciam na Casa de Artes e Ofícios Paulo VI, ministradas pelas professoras Guta e Ieda, que vinham de Londrina e pertenciam ao antigo balé Adanac, e as apresentações aconteciam no teatro de arena Eutália Aragão, localizado nos fundos da Casa de Artes. A casa era o local onde também trabalhava e morava o artista plástico Henrique de Aragão (1931-2015).

Após a inauguração do Cine Teatro, em 13 de agosto de 1988, a dança recebeu um grande impulso e a administração municipal decidiu fundar, em 1990, a Escola de Ballet da Fundação Cultural de Ibiporã, que passou a funcionar em uma sala nos fundos do teatro. Este início da Escola de Ballet do Município foi na gestão do então prefeito José Maria Ferreira (1989-1992), que tinha com diretor da Fundação Cultural o professor José Laurindo Petri. E para iniciar e coordenar a escola foi convidada na época a professora e bailarina Sandra Moya, que havia iniciado os seus estudos de dança na Casa de Artes. Posteriormente, Sandra foi secretária de Cultura do Município e vice-prefeita, de 2009 a 2016.

Desde os seus primeiros anos, a Escola de Ballet vem desenvolvendo um importante e sólido trabalho, sempre ampliando suas técnicas. Atualmente, trabalha apenas com a técnica do ballet clássico. A grade curricular contempla um conteúdo programático desenvolvido através da aplicação do método de ensino Royal Academy of Dance, com um trabalho que abrange cerca de 150 crianças e adolescentes, com aulas diárias que vão do nível preparatório ao semi-profissional.

Em 2009, a escola firmou convênio com a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville (SC), possibilitando assim a formação profissional dos alunos de grande talento que passam pela seleção na escola russa. Para apoiar essa formação acadêmica, a Prefeitura de Ibiporã oferece aos alunos selecionados uma bolsa-auxílio.

Por fim, o objetivo geral da Escola de Ballet da Secretaria de Cultura e Turismo de Ibiporã é contribuir para que a dança cumpra o seu papel artístico, didático e social, para o desenvolvimento da cultura local e dos cidadãos ibiporaenses.

 

Fonte: Acervo da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Ibiporã / MHAI - PMI

Outras referências:

Filme “Contos e Causos Vol. III - 25 anos do Cine Teatro” (2013) - DVD.mp4 (Capítulo “A escola de dança” 11min42s)

Filme: Documentário "Cine Teatro Padre José Zanelli - 30 anos" (2018) (https://www.youtube.com/watch?v=9MLgduAJao0
Secretaria de Cultura e Turismo de Ibiporã - Publicado em 14 de ago de 2018

Produções da equipe de recuperação da memória e de audiovisual do Museu Histórico e de Artes de Ibiporã (MHAI)/ SMCT/ PMI.